Paola Carosella, do ‘Masterchef’, vai dar aulas de gastronomia e investir na TV

133

Paola Carosella já tem 25 anos de cozinha mas, recentemente, o bichinho do entretenimento contagiou a argentina. Por isso, a jurada do “Masterchef” deve ganhar um programa próprio na Band.

— A gente vai costurar algo com o canal — diz a empresária, de 44 anos, que afirma ser uma mulher múltipla e trabalha em outros emprendimentos: — Estou muito empolgada. Também vou abrir uma padaria, trazer um cozinheiro incrível de Londres, fazer seis pop-ups por aí, dar aula de gastronomia… Eu sou uma entusiasta. A vida é muito curta e o momento é agora. A minha paixão é a cozinha, mas se uma porta tão incrível é aberta para você contar uma história diferente num canal como a Band, vamos. Vamos fazer bem feito. Acho que com todos acontece assim.

A competição culinária, cuja bancada de jurados Paola divide com Erick Jacquin e Henrique Fogaça, chega ao fim nesta terça-feira. Como finalistas estão Deborah Werneck e Michele Crispim, no melhor estilo mulheres empoderadas. Paola Carosella afirma que vê, com frequência, uma mudança nos participantes ir além de suas performances com pratos e panelas:

— A gente se surpreende muito. Assim como eu, Fogaça e Jacquin mudamos, os competidores também mudam. A nossa vida anda. Os participantes que estão na nossa frente não são os mesmos que a gente conhecia no início. Às vezes, despertam um lado que a gente não conhecia.

Para a competição e para a vida, a argentina dá uma dica preciosa: cozinhar com prazer.

— A comida que não tem carinho por trás é ruim. Você pode comer ingredientes extremamente simples, dos mais baratos, mas se alguém fez com carinho, ela fica maravilhosa — opina.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.