Isaquias admite: “Administrei chegada”

Depois de conquistar ouro no C1 1000m, brasileiro revela que resolveu segurar para não mostrar a adversário tudo o que pode render no Mundial da Hungria, que acontece no fim de agosto

66

Isaquias Queiroz tinha nas águas peruanas um cubano como principal adversário no Pan de Lima nesta segunda-feira, mas estava mais preocupado com um alemão. Depois de conquistar a medalha de ouro na prova do C1 1000m ao bater Fernando Jorge, o brasileiro revelou que tinha tomado conhecimento antes da prova da presença de um representante da Federação Alemã de Canoagem, país de seu principal rival, o bicampeão olímpico nessa prova, Sebastian Brendel.

Diante da proximidade do Mundial na Hungria, de 21 a 25 de agosto, Isaquias resolveu não mostrar tudo o que podia na disputa no Parque Natural de Albufera de Medio Mundo.

– A prova no começo foi intensa, mas como estava bem preparado, administrei a chegada. Eu soube que o cara da Federação da Alemanha (de Canoagem) estava aí, e ouvi que o Brendel não está muito bem, então preferi dar uma segurada ali para não demonstrar tudo que eu tinha. Ele veio da Alemanha me ver, e como temos o Mundial agora, deixa para a gente forçar lá.

O atleta baiano de 25 anos, dono de quatro medalhas de ouro em Mundiais, está tão focado na próxima competição que, logo depois que terminou sua prova, ainda deu alguns tiros dentro d’água para treinar.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.