Fisioterapeuta Thiago Fadel se orgulha dos atletas que ajudou em Xerém.

Dono da Clínica Fisiotraining, Thiago Fadel contribui muito com o preparo físico dos atletas.

886
Para muitos, não há melhor sensação do que ver um jogador do seu time marcando um gol, estufando as redes, saindo pra comemorar e assim, ajudando o seu time a somar mais 3 pontos. O que muitos não sabem, é que nos bastidores da vida desses atletas existem muitas pessoas que trabalham para que tudo dê certo e os gols venham.

E nós conversamos com exclusividade com uma pessoa que trabalha nos bastidores da vida de muitos atletas. O nome dele? Thiago Fadel. Fisioterapeuta das categorias de base do Fluminense, Fadel cuida dos meninos de Xerém, na Baixada Fluminense. Lugar que tem sido um celeiro de craques e já revelou grandes nomes do futebol.

Confira abaixo como foi esse bate-papo.

PB: Como é ser Fisioterapeuta de um grande clube como o Fluminense?

TF: Eu fico muito feliz em ser o Fisioterapeuta de um clube com tanta tradição. É muito gratificante poder participar da formação de atletas. Claro que a nossa responsabilidade é proporcional ao tamanho do escudo que nós defendemos,mas é extremamente prazeroso trabalhar em um clube com tanta tradição e grandeza.

PB: Além de lidar com atletas lesionados, você também lida com atletas que na maioria das vezes estão cabisbaixos e desanimados por conta da lesão. É fundamental também trabalhar o lado psicológico do atleta durante as sessões de fisioterapia?

TF: É fundamental em qualquer tratamento de fisioterapia que o atleta esteja confiante,com a autoestima elevada e se sinta feliz. De alguma forma nós temos que trabalhar para que essa autoestima dele esteja elevada. Nós temos um setor de psicologia aqui no Fluminense extremamente ativo que nos ajuda muito nesse tipo de situação. Sempre estando presente, participando junto com o atleta e principalmente monitorando esse atleta para que não tenha uma queda na sua confiança e autoestima. Não basta apenas tratá-lo mas é importante que ele esteja bem e isso é fundamental para o tratamento da fisioterapia.

PB: Grandes atletas já passaram por Xerém e consequentemente por suas mãos. Hoje, você tem algum vínculo de amizade com muitos deles?

TF: O segredo de você manter uma relação de amizade com um ex-paciente e atleta do clube, é ter muita dedicação ao tratamento que você está se propondo a fazer, muito respeito e transparência. A consequência disso é o respeito profissional e pessoal das pessoas que um dia estiveram comigo com paciente e hoje são meus amigos. Graças a Deus eu me orgulho muito de ter ajudado diversos atletas que passaram por Xerém e hoje jogam na Espanha, na China, no Japão, Inglaterra…Isso pra mim é muito gratificante.

Atleta Toró realizando trabalho de performance no Japão
Atleta Toró realizando trabalho de performance no Japão. Foto: Arquivo pessoal

PB: Agora, além de tratar de atletas lesionados, você também faz um trabalho de prevenção para atletas em uma clínica especializada. Conta pra gente como funciona esse trabalho.

TF: Eu tenho a Clínica Fisiotraining que está localizada na Ilha do Governador e nós temos um programa de treinamento de desempenho para atletas de alto rendimento. Nós trabalhamos no Off seasson  deles, período das férias desses atletas e eles vêm trabalhar com a gente. Temo um programa onde nós visamos reequilibrar o corpo do atleta e dar a ele condições de fazer uma pré-temporada melhor e se condicionar mais rápido. Nós não trabalhamos a parte física e sim a performance do atleta. Trabalhamos a mobilidade, flexibilidade, força, propriocepção e velocidade de reação desse atleta. A nossa preocupação é fazer com que esse atleta se movimente bem, entendendo a biomecânica dele e tornando isso mais funcional, fazendo com que ele permaneça em alto rendimento durante mais tempo, gastando menos energia e tendo menos lesões. É um programa muito interessante e nós temos resultados excelente com atletas de diversas partes do mundo.

PB: Quais os atletas já passaram pela clínica.

TF: Aqui na clínica nós já tivemos alguns atletas trabalhando conosco. Toró que hoje está no futebol japonês. Dorielton Gomes e Alan,do futebol Chinês. Gabriel silva e Stéfano Pinho que estão disputando a NASL, nos Estados Unidos. Stéfano que em 2015 ganhou o prêmio MVP de melhor atleta da competição pelo Fort Lauderdale Strikers, foi um atleta que teve um alto desempenho no ano passado e está conosco realizando o programa de desempenho para a próxima temporada. Daniel simões, Atleta profissional que esteve na Flórida cup fazendo pré-temporada com o Fluminense e antes disso realizou o trabalho de desempenho já visando essa pré-temporada, entre outros que estão espalhados pelo mundo e que nos procura para fazer esse trabalho.

Atleta Digão ex-Fluminense que atualmente está no Al Hilal- Arábia Saudita. Foto: Arquivo Pessoal
Atleta Digão ex-Fluminense que atualmente está no Al Hilal- Arábia Saudita. Foto: Arquivo Pessoal

PB: Recentemente, vimos o Messi conquistar a sua 5° Bola de ouro, se tornando um fenômeno na última década. Ele possui uma estrutura que aparentemente é franzina, baixinho…Conta pra gente até onde o biotipo de atleta ajuda e até onde realmente tem que ser desenvolvido um trabalho de força, ganho de massa muscular e tudo mais…

TF: O Atleta precisa estar sempre preparado o Messi é um grande exemplo disso. Apesar de ter uma estrutura corporal não muito forte, ele é muito bem encaixado ele é bem estruturado. Para derrubar ele tem que se fazer uma força extrema. Ele é um atleta equilibrado e tem uma estrutura por trás dele. Além de um acompanhamento do clube, ele tem uma equipe particular de fisioterapeutas, nutricionistas, preparadores físicos que estão por trás deles programando treinos pós-clubes fazendo com que eles tenham alto rendimento durante toda a temporada.

PB: Qual é a sensação de ver um atleta que se passou por um tratamento de fisioterapia e depois voltar aos gramados, conquistando títulos e jogando bem?

TF: É inenarrável a emoção. Ali nós estamos trabalhando não só um atleta,mas estamos trabalhando um filho, um pai e até muita das vezes, um ídolo de uma massa de pessoas. É bacana quando a gente consegue ter o resultado do trabalho vendo o atleta fazendo gols, jogando bem ou ajudando o time a sair com o resultado positivo. É realmente muito emocionante e muito gratificante. Nós sabemos que por trás de uma só pessoa, está a felicidades de milhões.


Por Jean Dutra

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.