Escolas da Baixada fazem parte da nova etapa do projeto EDUCAÇÃO INTEGRAL

Seeduc inicia ano letivo com mais 23 colégios inseridos no programa de Educação Integral Ao todo, 76 unidades fazem parte da proposta

1038
Com o objetivo de dar continuidade à política de investimentos no modelo de Educação Integral, a Secretaria de Estado de Educação iniciará este ano letivo, nesta terça-feira (02/02), com novidades. 

Em 2016, mais 23 unidades escolares farão parte da iniciativa, totalizando 76 colégios que integram o programa. Entre as escolas envolvidas na proposta, estão o Ciep 218 – Ministro Hermes Lima, em Duque de Caxias; o Colégio Estadual São João, em Queimados; o Ciep 111 – Gelson Freitas, em Mesquita, e o Ciep 493 – Professora Antonieta Salinas de Castro, em Barra Mansa.

Ciep 218 Ministro Hermes Lima
Ciep 218 – Ministro Hermes Lima, em Duque de Caxias

O Ciep 218 – Ministro Hermes Lima ofertará Ensino Médio Intercultural. Fruto de uma parceria entre a Seeduc e o Centro Cultural Brasil-Turquia, a unidade terá foco na aplicação de Física e Informática na iniciação científica e no mundo dos negócios, juntamente com o aprendizado das línguas Inglesa e Turca. Além das disciplinas da matriz do Ensino Médio Regular, os alunos, que estudarão em horário integral, contarão com matérias específicas ministradas em língua estrangeira. A proposta é contemplar, de forma dinâmica, conhecimentos científicos, o uso de recursos tecnológicos, a Engenharia e seus diversos campos.

– A oferta de Ensino Médio Regular, com ensino desses dois idiomas estrangeiros, contempla uma nova perspectiva de educação, em que o aluno é levado a interagir dentro de contexto global, tornando-se cidadão do mundo. Dentro desse aspecto, o particular e o universal são trabalhados de forma eficaz – destacou a subsecretária de Gestão de Ensino, Patrícia Tinoco.

Três colégios estaduais passarão a oferecer Ensino Médio Articulado à Educação Profissional. No Ciep 493 – Professora Antonieta Salinas de Castro, a partir de uma parceria com a PSA Peugeot Citroën, haverá ênfase em Eletrotécnica. Já no C.E. São João e no  Ciep 111 – Gelson Freitas, o foco será em Logística Comercial, fruto de convênio entre a Seeduc, o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e as Lojas Americanas.

– O Ensino Médio Articulado à Educação Profissional possui componentes inovadores que preparam os nossos jovens para o mundo do trabalho. Dentro da proposta de Educação Integral, oferecemos várias opções aos nossos alunos. Não podemos oferecer um único modelo para uma juventude tão diversa – acrescentou a subsecretária de Gestão de Ensino, Patrícia Tinoco.

Na lista, além das quatro unidades mencionadas, haverá duas escolas de Ensino Médio de Referência; 13 unidades de Ensino Médio Nova Geração e quatro de Educação Integral no Ensino Fundamental.


 

Educação Integral

O Programa de Educação Integral na rede estadual é implementado em duas dimensões: Solução Educacional e Dupla Escola.

No caso da Solução Educacional, o currículo escolar é estruturado para desenvolver uma integração das disciplinas da Base Nacional Comum por áreas de conhecimento, incluindo os aspectos socioemocionais que favorecem a aprendizagem cognitiva. Além disso, agrega-se em um núcleo articulador componentes curriculares inovadores, voltados à aprendizagem por projetos que amplia os conhecimentos dos alunos através do protagonismo juvenil.

Já a dimensão Dupla Escola propõe-se a aliar a formação geral à aquisição de competências e habilidades vocacionais, com a oferta de cursos técnicos ou de línguas estrangeiras em diversas áreas e idiomas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui