Eduardo Paes anuncia que é candidato ao governo do Rio

0
6

O ex-prefeito do Rio Eduardo Paes anunciou na tarde desta quinta-feira que é candidato ao governo do Estado pelo DEM. Paes não anunciou o seu vice e nem falou sobre alianças.

O anúncio ocorreu logo após reunião de Paes com o general Walter Braga Netto, interventor federal no Rio, no Comando Militar do Leste. Paes foi filiado ao MDB por 10 anos, inclusive quando ocupou a prefeitura.

Paes mudou de partido neste ano e, após negociações com outras legendas, entre elas o PP e o PSDB, chegou ao DEM, partido de um de seus mentores no começo da carreira política, o também ex-prefeito César Maia. O ex-prefeito disse que a Segurança Pública é um grande tema é um desafio ao estado:

— A intervenção tem desafios de planejamento e ninguém pode esperar uma solução em curtíssimo prazo. A intervenção é necessária. Nós vivíamos, de certa maneira, uma falta de comando aqui no Rio — disse

Segundo Paes, desde o final de março, quando se filiou ao DEM, começou a preparar um time que já vem mergulhando tanto no tema de Segurança Pública quanto da recuperação de finanças do Estado.

Ele atribuiu a demora para anunciar que é candidato porque estava em outro emprego. Nos seus contratos ele disse que era impedido de fazer política.

— Me manifestei nesse período quando atacado. Me demiti só agora porque precisava do salário — disse

Segundo Paes, caberá ao Rodrigo Maia, principal liderança do diretório Fluminense do DEM, falar sobre alianças e do nome do candidato a vice.

Eduardo Paes disse que o estado ” vive uma situação terminal” e ” nada que não possa piorar”.

— Esse é o lugar que amo e vivi. O estado do Rio é forte não precisa estar na situação que está. Então recebi o convite para disputar a eleição e resolvi disputar.

O ex-prefeito disse ainda que a sua relação com a prefeitura do Rio será a melhor possível.

— Uma coisa que fiz com intensidade quando prefeito foi conviver muito bem com o governador Sérgio Cabral, com o governador Pezão, com o presidente Lula, com a presidenta Dilma e com o presidente Michel Temer. Acho que tem que ser assim. Se for eleito Boulos vou conviver muito bem, se for eleito Bolsonaro vou conviver muito bem. Certamente vou conviver muito bem com o Crivella e todos os prefeitos do Estado.

A convenção do partido marcada para o dia 29/07 acontecerá na sede da legenda no Rio, na Barra da Tijuca, das 9h às 12h.

DEIXE UMA RESPOSTA