Começou o 4o. Iguacine: festival audiovisual na Baixada Fluminense

451

Curtas, médias e longa metragens são dirigidos por cineastas da região e de outros estados

O guacine, primeiro festival audiovisual na Baixada Fluminense, chega a sua 4ª edição. Com atrações gratuitas, o evento acontecerá na Escola Livre de Cinema (ELC) de Nova Iguaçu (Austin), no Complexo Cultural de Nova Iguaçu (Centro), na Praça de Austin e no Laboratório Cultural (Califórnia). A abertura oficial do evento será no dia 25, às 20h, no Complexo Cultural de Nova Iguaçu, mas no dia anterior tem início a Mostra ELC, em Austin.

Ex-judoca, Cavi Borges descobriu a paixão pela sétima arte depois que abriu uma locadora de vídeos – Foto: Divulgação

Depois de três edições realizadas em 2008, 2009 e 2010, o Iguacine retorna misturando imagens, territórios e modos de produzir. O festival é composto por mostras nacionais, curtas e longas-metragens, em quaisquer formatos. “A Mostra Panorama Nacional” exibirá três longas inéditos de grandes diretores, que ainda estrearão no circuito comercial: “Seca”, de Maria Augusta Ramos (25); “O Prefeito”, de Bruno Safadi (26) e “Um Filme de Cinema”, de Walter Carvalho (27).

Haverá ainda a “Mostra ELC 10 anos em 10 filmes”, a “Mostra Competitiva Nacional” e a “Mostra Competitiva Baixada”, que é apenas para filmes feitos por realizadores da Baixada como Mazé Mixo. “Acompanho o festival, é um orgulho participar com meu primeiro filme, na minha cidade”, conta o fotógrafo que vai apresentar um curta sobre o Candomblé, gravado em Austin, em 2013. O curta “Até a China”, de Marcelo Marão, um documentário com animação, mostrará a visão de quem vai à China pela primeira.”Acho que meu filme vai ajudar a atrair um público mais jovem”, diz Marão

Para conferir a programação completa acesse o site:http://escolalivredecinemani.com.br/iguacine/.

Cineasta e artista plástico

A 4ª edição do Iguacine homenageará duas personalidades. O cineasta, diretor e produtor Cavi Borges, criador da locadora e produtora Cavídeo e Raimundo Rodriguez, artista plástico, que é de Nova Iguaçu.

Cavi Borges é ex-lutador de judô, mas um histórico de lesões o fez abandonar os tatames e entrar de cabeça em outra paixão: o cinema. Abriu uma videolocadora em 1997 e nunca mais parou. A locadora Cavídeo virou produtora e tem conquistado prêmios.

Nascido no Ceará, Raimundo Rodriguez veio para Nova Iguaçu, aos 6 anos, e, aos 13 começou a pintar. É um artista que se interessa pelo rejeito, pelo material desprezado, pelas sobras: este é o princípio básico de seu trabalho. Seu desafio é sempre transformar algo que ninguém quer em objeto de desejo. Suas obras foram usadas na novela ‘Meu Pedacinho de Chão’, em 2014 e na série ‘Hoje é Dia de Maria’, exibida em 2005.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui