Caxias vai sediar Centro de Comando e Controle da Baixada Fluminense

O CICC-BF vai contar com recursos tecnológicos para gestão efetiva e integrada de Segurança Pública

55

Duque de Caxias – O prefeito de Duque de Caxias e presidente do CISPBAF (Consórcio Integrado de Segurança Pública da Baixada Fluminense), Washington Reis, fez uma vistoria técnica no prédio onde será o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC-BF) da Baixada Fluminense nesta quinta-feira, 4.

A futura sede está localizada na Avenida Brigadeiro Lima e Silva, no bairro Jardim Vinte e Cinco de Agosto, e será equipada com tecnologia e serviços de inteligência para combater a violência.
“Segurança pública se faz com inteligência. O objetivo do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC-BF) é promover a integração operacional e técnica junto com as instituições de segurança do estado para monitorar e atender as demandas locais. Esse monitoramento vai facilitar e agilizar as ações das polícias e inibir a criminalidade. Ainda tem mais: toda essa tecnologia tem padrão de excelência”, destacou Washington Reis.
Washington Reis visitou a sede do projeto nesta quinta-feira Eliakin Moura/Divulgação

Além de Reis, acompanharam a visita o deputado estadual Rosenverg Reis, o secretário estadual da Polícia Militar, Coronel Rogério Figueiredo, o secretário municipal de Segurança Pública de Duque de Caxias, Robson André, o Comandante do 15º BPM, tenente-coronel Marco Antônio Melo, e o subcomandante tenente-coronel Luciano Henrique Alcântara.

O Consórcio

O projeto é uma iniciativa da Prefeitura de Duque de Caxias e está em fase de implementação, já tendo a assinatura de todas as cidades da Baixada Fluminense e de Mangaratiba. O CISPBAF tem por finalidade a conjugação de esforços entre os municípios consorciados objetivando a gestão associada de um Sistema de Segurança Pública único entre as cidades, mediante a implantação e a implementação de políticas públicas que visem à redução dos níveis de violência urbana.

Entre as tecnologias, sistemas e serviços envolvidos, destaque para os sistemas de inteligência, cinturão eletrônico, monitoramento por vídeo para regiões urbanas, o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC-BF), as redes de comunicação e o uso de softwares inteligentes de reconhecimento facial, placas e notas fiscais, além de outros mecanismos e instrumentos de apoio ao projeto.

O CICC-BF vai contar com recursos tecnológicos para gestão efetiva e integrada da Segurança Pública, possibilitará a conectividade com entidades atuantes no Estado e Baixada Fluminense, vai agilizar e racionalizar medidas operacionais conjuntas entre os órgãos, gerar informações, produzir material de divulgação e estabelecer canais de comunicação direta com a população.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.