Camelô é morta a tiros no Centro de Nova Iguaçu; motivo seria briga por espaço de venda

58

Uma mulher identificada como Gisele de Lourdes Costa, de 32 anos, foi morta a tiros, na tarde desta segunda-feira, no Centro de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

O crime aconteceu próximo à loja Leader, na Via Light. A vítima foi socorrida pelo Samu, mas deu entrada no Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI) já sem vida, segundo a assessoria da unidade.

Testemunhas relataram que Gisele foi atingida por cinco tiros e que o motivo do crime teria sido briga por espaço de venda. A vítima trabalhava como camelô na calçada da Via Light, vendendo doces há cerca de um ano. O bandido fugiu.

–Foi briga por espaço. Um homem ameaçou a Gisele. Ela disse que ia chamar a polícia, ligou para o 190 e falou que ia para a delegacia. O marido a chamou para ir para casa. Eles iam saindo, quando Gisele parou mais à frente e veio outro homem e encheu minha comadre de tiros — contou uma amiga da família, que prefere se manter no anonimato.

Gisele deixa quatro filhos, sendo o mais novo com 1 ano e meio.

O crime foi registrado na 52ª DP (Nova Iguaçu). De acordo com o delegado titular Pedro Bittencourt, o caso será passado à Delegacia de Homicídios da Baixada, que dará prosseguimento às investigações para esclarecer as circunstâncias do assassinato.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.