Suspeito que tirou selfie com vítima de estupro coletivo se entrega à polícia

Três suspeitos de envolvimento no crime contra adolescente de 16 anos já estão presos

0
137
O homem que tirou uma selfie ao lado da jovem vítima de estupro coletivo na zona oeste do Rio se entregou na tarde desta quarta-feira (1º) na Cidade da Polícia.

Raphael Assis Duarte Belo, de 41 anos, continua no local à disposição da delegada Cristiana Bento, titular da DCAV (Delegacia da Criança e Adolescente Vítima), que investiga o caso. Não há previsão de depoimento do suspeito. Com ele, já são três envolvidos no crime que estão presos. Outros quatro continuam foragidos.

Raphael enviou à página Jacarepaguá Notícias RJ, no Facebook, uma carta em que dá sua versão sobre o acontecimento. Ele é suspeito de estupro de vulnerável e produção de conteúdo pornográfico com menor de idade.

Raphael é o homem que levou a adolescente para a casa em que ela morava com os pais, na zona oeste do Rio. Conforme publicado, o suspeito disse ser agente comunitário e permaneceu no local com a família da vítima. Ao chegar à casa da vítima, o suspeito disse que ele a resgatara em Praça Seca. O homem contou que já a havia encontrado no local, mas que se preocupou com o estado de saúde dela após ver a repercussão do vídeo. Ele ainda acrescentou que tirou a jovem do local e a colocou dentro do próprio carro. A adolescente indicou a casa da família.

Ao fim da carta, Raphael se mostra arrependido de ter fotografado ao lado da vítima e diz que não parou de chorar até hoje. “Sempre fui um homem de recomeços e de ideias, mas recomeçar com 41 anos depois disso será muito difícil”, relata.

DEIXE UMA RESPOSTA