Sete postos do Detran continuam paralisados no RJ

Quem não está sendo atendido não precisa realizar novo agendamento. Vagas de emergência estão sendo disponibilizadas pelo Detran-RJ.

964
Sete postos do Detran continuam sem funcionar nesta terça-feira (19), um dia após o ínicio da paralisação dos funcionários da empresa que presta serviço nos postos de vistoria: Machado de Assis, Barra da Tijuca, Barra do Piraí, Petrópolis, Resende, Paracambi e Paty do Alferes.

O Detran informou que os motoristas que não estão sendo atendidos não precisam realizar um novo agendamento para retornar ao posto, após a normalização do serviço. O Departamento suspendeu futuros agendamentos nas unidades impactadas pela paralisação, a fim de atender os clientes que não puderam ser atendidos neste período.

A paralisação dos postos de vistoria irritou os motoristas que tinham vistoria agendada. Na Barra da Tijuca, Zona Oeste do RIo, onde carros e motos eram barrados já na porta, Leandro Andrade demonstrava preocupação: ele tenta emplacar seu carro novo desde a semana passada e teme ser rebocado numa blitz, já que o prazo para circular sem a placa já acabou.

No posto da Rua Haddock Lobo, na Tijuca, Zona Norte, que voltou a funcionar nesta terça com capacidade máxima, uma grande fila se formou desde cedo. Os 270 veículos agendados para hoje se somariam aos 250 que não foram vistoriados na segunda (18).

Os funcionários da empresa Prol afirmaram ter cruzado os braços por estarem com o pagamento atrasado há duas semanas. A direção da empresa não se manifestou, mas o Detran informou ter repassado R$ 4,5 milhões para a empresa.

Devido à paralisação, o Detran liberou, em caráter emergencial e provisório, vagas para o serviço de Primeira Licença (emplacamento), no edifício sede do órgão (Av. Presidente Vargas, 817 – Acesso 7 – Centro). O atendimento se dará da seguinte forma:

1) O cliente agenda o serviço pelo site ou pelo teleatendimento (3460-4040, para moradores da Região Metropolitana, 0800-020-4040, para moradores do interior);
2) Somente o proprietário do veículo poderá ser atendido e ele não deverá levar o carro;
3) Durante o atendimento, o cliente terá a acesso à lista de postos de vistoria que estão disponíveis e escolherá a unidade de sua preferência para levar o veículo para que ele receba a placa;
4) O Certificado de Registro de Veículo (CRV) não ficará pronto na hora, demorará algumas horas;
5) Depois que o cliente buscar o documento no mesmo local em que foi atendido, poderá levar o veículo ao posto escolhido para receber a placa.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.