MINHA RUA – Série do Canal Futura estreia 2ª temporada com rapper da Baixada

814
RAP CARIOCA NA ESTREIA DA SEGUNDA TEMPORADA DA SÉRIE “MINHA RUA”.

minha-rua-capa-final

 O ATOR LENDRO FIRMINO ACOMPANHA DUDU DO MORRO AGUDO, RAPPER DA BAIXADA FLUMINENSE

Os casos de pessoas que utilizam as ruas para trabalhar e se manifestar artisticamente, através do graffiti, do rap, do circo, do jongo, entre outros, retornam ao Canal Futura, no dia 23 de novembro, às 23h30, na estreia da  segunda temporada da série Minha Rua. O seriado é uma produção Jabuti Filmes e terá 13 episódios. O ator Leandro Firmino, o eterno Zé Pequeno do filme “Cidade de Deus”,  conta as histórias de Dudu do Morro Agudo, Maria Gomide, Marcelo Eco, Márcio Lima, Vinicius Daumas, Ed Marte, Fatinha do Jongo, Jacaré dos Patins, Pelé Art, Sônia Baiana, Edgard Vilela, Monica Ulo e Ana Paula, em ordem de exibição.

O primeiro personagem da nova temporada encontrou no rap o combustível que faltava para direcionar seus
sentimentos de forma inteligente. Para Dudu, a série é uma oportunidade de dar visibilidade a cultura hip hop.

Minha-Rua_Segunda_TemporadaFoto: divulgação

Pra mim, participar da Minha Rua é uma honra por dois motivos. Primeiro, porque já acompanho a série e sempre achei incrível poder conhecer o trabalho de uma galera importante que eu não vejo na mídia frequentemente. Segundo, porque sou amigo e fã do Leandro Firmino, e foi muito legal ter ele mais uma vez aqui na comunidade, passando um dia inteiro comigo, vivendo e experimentando a cultura hip hop”, comenta o rapper.

Minha Rua_Segunda TemporadaFoto: divulgação

 

Teaser do programa:


Sobre o Cinema Nosso

É uma instituição sociocultural com mais de 12 anos de atividades. Sua missão é a democratização do audiovisual para a juventude carioca. É hoje uma das maiores escolas populares de Audiovisual da América Latina, realizando cursos, oficinas, produções, palestras, mostras, sessões de cinema e festivais. Situada em um casarão do século XIX no coração da Lapa, no Rio de Janeiro, a organização prioriza o estímulo à reflexão e ao respeito, diversidade, pluralidade e cultura popular. A ação foi iniciada a partir do processo de produção do filme “Cidade de Deus” dos diretores Fernando Meirelles e Kátia Lund. O Espaço Cinema Nosso possui 58 lugares. Equipada com tecnologia digital 3D, é uma sala de cinema de rua alternativa e polivalente que viabiliza o acesso ao audiovisual, a formação de público e também se configura enquanto local de criatividade e descontração.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.