Lochte deverá ser intimado a prestar novo depoimento no Brasil

Nadador americano deverá ter que comparecer à audiência sobre o falso assalto

0
148

A Justiça do Rio vai intimar o nadador americano Ryan Lochte a prestar novo depoimento no Brasil sobre o caso do falso assalto.

Segundo o titular da Delegacia de Atendimento Especial ao Turista (Deat), Clemente Braune, em entrevista ao site G1, o atleta terá que comparecer a uma audiência perante o juiz ou será julgado à revelia.

“Uma vez citado, comparecendo ou não à audiência, a pena é a mesma, prevista em lei para o delito de comunicação falsa de crime: 1 a 6 meses de detenção. Se ele for citado e não comparecer na audiência, o processo segue sem a presença do réu até a sentença final”, disse o delegado à esta reportagem.

O inquérito sobre o caso será concluído essa semana e enviado ao Ministério Público. Segundo o delegado, Lochte não poderá ser ouvido nos Estados Unidos e terá que comparecer pessoalmente à audiência. “Não há uma pena para o não comparecimento, mas sim um prejuízo processual, pois a ação seguirá sem a sua presença”.

ENTENDA O CASO

Ryan Lochte e outros três nadadores americanos que prestaram queixa de um suposto assalto no Rio mentiram sobre o crime e, na verdade, brigaram com seguranças de um posto de gasolina que fica a caminho da Vila dos Atletas, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, segundo as investigações da Polícia Civil.

Agentes Deat recolheram imagens do circuito interno do estabelecimento que mostram a confusão entre Ryan Lochte, James Feigen, Gunnar Bentz e Jack Conger e os funcionários do posto. Segundo o vídeo, os medalhistas olímpicos chegaram por volta das 6h, já alterados, possivelmente por já estarem com nível etílico alto e começaram a fazer bagunça no estabelecimento, que fica ao lado de uma unidade hospitalar. Com isso, os funcionários reclamaram, e teve início a confusão.

Ryan Lochte deixou o país na noite do úçtimo dia 15, num voo para os Estados Unidos. Lá, ele concedeu uma entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo, admitindo que mentira por culpa de sua imaturidade e por estar alcoolizado. Por causa disso, o nadador dono de 12 medalhas olímpicas perdeu seus quatro patrocinadores: Speedo, Ralph Lauren, Airweave e Syneron Candela. As decisões devem causar um grande baque nas finanças do atletas, já que a publicidade corresponde a cerca de 92% de sua receita. No entanto, Lochte não parece ter perdido o rebolado após sua polêmica incursão na noite carioca durante a Olimpíada do Rio. Ele será uma das personalidades que participará da próxima temporada do programa de TV “Dancing with the stars”, a “Dança dos Famosos” dos EUA, segundo fontes ouvidas pelo jornal “USA Today”.

DEIXE UMA RESPOSTA