Guapimirim: destino repleto de belezas naturais e atrações turísticas é opção para fugir da agitação das Olimpíadas

0
193

Se você é do tipo que adora colocar o pé na estrada para conhecer novos lugares sem gastar muito, precisa visitar Guapimirim – ou Guapi, como a pequena cidade da região Serra Verde Imperial é chamada pelos mais íntimos.

Trilhas, cachoeiras, montanhas, alambique, cavalgada, cerveja artesanal, circuitos históricos, passeio de barco e até observação de botos. Estes são alguns dos atrativos deste jovem município cravado entre a Serra dos Órgãos e a Baía de Guanabara, a pouco mais de 70 km do Rio de Janeiro, indicado para cariocas interessados em aproveitar os dias de folga proporcionados pelas Olimpíadas 2016 (5, 18 e 21 de agosto).

Confira algumas dicas sobre o que ver e fazer na cidade:

Dedo de Deus

O símbolo do montanhismo brasileiro é o principal cartão-postal de Guapimirim. Assim como outras montanhas já consagradas, como Escalavrado, Cabeça de Peixe, Agulha do Diabo e Pedra do Sino – o ponto mais alto da cidade e da Serra dos Órgãos, com 2.275 metros de altitude. A melhor vista para o Dedo de Deus fica no Mirante do Soberbo, também localizado na cidade, próximo à divisa com Teresópolis. Basta seguir pela Rodovia Santos Dumont (BR-116).

Parque Nacional da Serra dos Órgãos

Além de uma natureza exuberante, a sede do Parnaso em Guapi oferece aos visitantes os históricos Museu Von Martius e a Capela de Nossa Senhora da Conceição, erguida em 1713. Aproveite para dar um mergulho no Poço Verde e nas várias outras piscinas naturais formadas pelo Rio Soberbo. O Parque também conta com área de camping e piquenique. Valor do ingresso por pessoa: R$ 30 (estrangeiros), R$ 15 (brasileiros) e R$ 5 (moradores).

Pantanal + Observação de Golfinhos

Pouca gente sabe, mas os poucos mais de 30 botos-cinza que lutam para sobreviver na Baía de Guanabara praticamente vivem na Área de Proteção Ambiental (APA) de Guapimirim, onde encontram um ecossistema mais preservado. Em um só passeio, oferecido pela agência GuapimirimTur, é possível conhecer também o chamado Pantanal Fluminense, área que corta o único manguezal preservado de todo o entorno da Baía de Guanabara.

Foto: Rafael Coelho / Arquivo pessoal
Rapel nas Cascatas do Garrafão

É no outro extremo da cidade onde viajantes mais aventureiros podem curtir um roteiro que inclui trilha, rapel e cachoeira. O bairro Garrafão fica aos pés do Dedo de Deus, na Serra de Guapimirim. São 20 metros de descida. A trilha dura aproximadamente uma hora, ida e volta. O tour dura cerca de cinco horas e custa R$ 90 por pessoa, incluindo guia, instrutor e equipamentos de segurança. O agendamento pode ser feito pelo telefone (21) 98827-5699.

Produção artesanal de Cachaça e Cerveja

Sim, Guapimirim também tem um alambique para chamar de seu! A produção caseira da Cachaça São Joaquim era apenas um hobby do simpático casal Vera e Isaque há mais de 15 anos, mas agora pode ser visitada (e degustada) por turistas e moradores. Trata-se do Caminho da Pinga. Outra riqueza da cidade são as cervejas artesanais locais. Algumas delas também podem ser experimentadas durante uma vivência oferecida por dois produtores.

Trilhas e cachoeiras

Guapimirim é conhecida por suas águas cristalinas. Bairros como Barreira, Caneca Fina e Limoeiro resguardam lindas cachoeiras. Não deixe de conhecer os poços Sem Fundo, do Escorrega e da Concórdia. Há também várias trilhas, como Ouro, Pedra do Elefante, Corujas e Taquarinha. A GuapimirimTur oferece serviço de guia para todas elas. Algumas, inclusive, são feitas com a ajuda de guias comunitários que conhecem a região como ninguém.

Cavalgada Inesquecível

Clima bucólico e uma vista privilegiada da Serra dos Órgãos. Este é um passeio perfeito para quem quer passar um dia com amigos ou com a família em meio à natureza. O percurso conta com ruas de chão, florestas e morros. Além disso, há uma parte em que o cavalo nada com você sobre num rio da cidade. Os participantes recebem instruções básicas de equitação e ficam sob supervisionados de monitores. Reservas pelo e-mail contato@visiteguapimirim.com.

Túnel dos Escravos

Essa preciosidade histórica fica no mais antigo bairro da cidade, onde os portugueses chegaram subindo o Rio Guapimirim. O túnel centenário construído por escravos é vizinho de uma capela erguida em 1647, um dos primeiros marcos católicos dos fundos da Baía de Guanabara. Ali perto também estão os sambaquis, sítios arqueológicos que comprovaram a existência de populações pré-indígenas na região há pelo menos cinco mil anos.

DEIXE UMA RESPOSTA