Eleições 2016: Nova Iguaçu e Belford Roxo podem ter resultado alterados

0
260

Problemas com candidaturas indeferidas causam tensão em Nova Iguaçu e Belford Roxo.

Nova Iguaçu

nelson-bornierAs eleições em duas das maiores cidades da Baixada terminaram indefinidas. Em Nova Iguaçu, Rogério Lisboa (PR) conquistou o maior número de votos, mas o prefeito Nelson Bornier (PMDB) aparece no sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em primeiro lugar, com 61,51% dos votos. Isso porque a candidatura do deputado estadual consta como indeferida com recurso.

A assessoria de Rogério Lisboa garante que a sua candidatura foi deferida pelo Tribunal Regional Eleitoral e, por questões burocráticas, o sistema não atualizou os dados. Bornier tenta ser prefeito de Nova Iguaçu pela quarta vez, a segunda consecutiva.

Belford Roxo

waguinhoxdr-deodalton-belford-roxo_portal-baixadaEm Belford Roxo, Waguinho (PMDB) teve 72,46%, o que o elegeria em primeiro turno. Mas Dr. Deodalto (DEM), que está com o registro indeferido com recurso, levou mais de 65 mil votos. Se a Justiça deferir a candidatura, o jogo muda, e os dois irão para o segundo turno.

Outras cidades da Baixada

eleicoes-municipais-2016-duque-de-caxiasA situação em Caxias é mais clara. O segundo turno será disputado pelo ex-prefeito Washington Reis (PMDB), que saiu na frente com 35,76%, e por Dica (PTN), com 20,93%. O deputado estadual é o candidato do atual prefeito, Alexandre Cardoso (PSD), que decidiu não tentar a reeleição.

Prefeitos definidos

Em dez cidades da Baixada, o prefeito já está definido. Nilópolis elegeu o presidente da Beija-Flor Farid Abrão (PTB) com 60,1%, que derrotou o atual prefeito Alessandro Calazans (PMDB). Em São João de Meriti, a administração será comandada pelo deputado federal Dr. João (PR), que recebeu 50,9% dos votos. Ele derrotou Marcelo Simão (PMDB), que era o candidato apoiado pelo atual prefeito, Sando Matos (PHS).

Com 63,97% dos votos, Rafael Tubarão (PPS) continua à frente da prefeitura de Magé. Ele deixou a presidência da Câmara dos Vereadores para assumir a cidade depois que o prefeito Nestor Vidal foi cassado e o vice, Cláudio da Pakera, renunciou. Tubarão derrotou o deputado estadual Renato Cozzolino, que é da família que comandou Magé por várias décadas.

Em Queimados, Vilela (PMDB), que é apoiado pelo atual prefeito Max Lemos, do mesmo partido, venceu com 54,46% dos votos. Ele venceu o deputado estadual Zaqueu Teixeira (PDT), que terminou com 42,66% dos votos.

Por terem menos de 200 mil eleitores, algumas cidades não têm segundo turno. É o caso de Mesquita, que terá Jorge Miranda (PSDB) no comando, eleito com 49,91% . Miranda venceu o atual prefeito Gelsinho Guerreiro (PRB). Em Japeri, Carlos Moraes (PP), que foi o primeiro prefeito do município, voltará ao cargo após receber 44,17% dos votos. Paracambi elegeu Lucimar do Dr. Flávio (PR), a única prefeita mulher da Baixada, com 47,87%. Em Guapimirim, Zelito Tringuele (PDT) foi eleito com 38,7%.

O prefeito de Itaguaí, Weslei Pereira (PSB), foi reeleito com 63,37% dos votos. Com cinco candidatos esperando julgamento do registro, Seropédica elegeu Anabal (PDT), com 84,53%.

DEIXE UMA RESPOSTA