Baixada tem opções de lazer baratas e perto da natureza

0
61

Nem praias lotadas nem horas no trânsito. Na Baixada Fluminense, é possível se aliviar desse calorão que o verão promete contemplando a natureza com programas mais tranquilos e bem mais em conta.

É o que busca o mestre de obras Jorge Bonfim, de 36 anos, quando vai a Tinguá, em Nova Iguaçu, com a família.

— Além de morar perto, em Miguel Couto, venho porque é um lugar calmo, familiar e a paisagem ajuda muito — diz Jorge, que não dispensa as iguarias do Bar do Peixe após o banho de água doce.

Na região, é comum os bares atenderem os fregueses dentro da cachoeira. O Manel da Galinha tem esse serviço. E é lá o point preferido do autônomo Paulo Roberto Silva, de 55, e dos parentes:

— Chegamos aqui por volta das 8h e só saímos lá para o meio-dia. Além de ser tranquilo, gasto muito menos e trago a família toda.

Manoel Patrício, proprietário do bar Manel da Galinha, viu o movimento triplicar com o verão
Manoel Patrício, proprietário do bar Manel da Galinha, viu o movimento triplicar com o verão Foto: Cléber Júnior / Extra

Para os comerciantes dali, o período é lucrativo. No verão, o movimento triplica.

— No inverno, a gente paga para trabalhar, mas no verão melhora muito. Faço galinhada às segundas e quartas e, nesses dias, chego a atender mais de mil pessoas — conta Manoel Patrício Gomes, proprietário do Manel da Galinha.

Em Caxias também há paraísos de água doce que poucos conhecem. No Parque Natural da Taquara, o visitante pode curtir as cachoeiras gratuitamente. O local chega a receber três mil pessoas por fim de semana.

Em Japeri, a prática de esportes radicais é uma possibilidade para quem não quer férias tão calmas. Além das corridas da natureza, tem voo livre, asa delta e paraglider no Pico da Coragem; rapel na Pedra Lisa e canoagem no Rio Guandu. As atividades são todas gratuitas.

Banhistas se refrescam nas águas da reserva de Tinguá
Banhistas se refrescam nas águas da reserva de Tinguá Foto: Cléber Júnior / Extra

Roteiro do lazer:

Nova Iguaçu

A Cachoeira de Tinguá é uma das principais atrações. Os bares funcionam diariamente, atendem os fregueses dentro d’água e abrem por volta das 7h. O Manel da Galinha tem galinhada às segundas e quartas com forró. No local, há piscinas naturais e chuveirão. Fica na Estrada da Administração.

Duque de Caxias

O Parque Natural da Taquara fica na Estrada Cachoeira das Dores, s/nº, Taquara. Abre de terça a domingo, das 8h às 17h.

Guapimirim

O Museu Von Martius, no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, também tem algumas cachoeiras como o Poço Verde e construções históricas como uma capela de 1713. Funciona das 8h às 17h. Já o parque fica aberto das 6h às 22h.

Japeri

No alto do Pico da Coragem, que tem uma brisa bem fresquinha nos seus 430m de altura, dá para fazer voo livre e rapel na Pedra Lisa, que tem 57m. A canoagem é num trecho de 7km do Rio Guandu.

Cascata do Arrafão, em Guapimirim
Cascata do Arrafão, em Guapimirim Foto: Divulgação / fotos de Divulgação
Em Caxias, cachoeiras são opções baratas e refrescantes

 


Fonte: Extra

DEIXE UMA RESPOSTA