A Dona do Pedaço: Desesperada, Lyris faz proposta indecente e surpreende Agno

52

Com medo de ficar sem a vida de luxo que leva em A Dona do Pedaço, Lyris (Deborah Evelyn) vai fazer uma proposta que Agno (Malvino Salvador) achará indecente. A loira dirá para o ex-marido voltar para casa e manter um casamento de fachada com ela. “Eu fecho os olhos. Pode ter até um relacionamento. Você fecha os olhos para mim”, surpreenderá a dondoca.

As cenas estão previstas para irem ao ar no capítulo desta segunda (29) da novela de Walcyr Carrasco. O ex-casal protagonizará outro bate-boca porque o executivo ficará furioso com a dondoca, que não poupa a filha das divergências deles e está fazendo alienação parental com a menina.

Ele entrará no apartamento da família com sua antiga chave e deixará claro que Lyris não conseguirá provar que ele é gay. Agno falará que tomará dela tanto o imóvel quanto a guarda de Cássia (Mel Maia).

“A Cássia veio me perguntar se eu sou gay. Você disse a ela que sou gay? Teve coragem de dar um golpe tão baixo? Não minta. Você disse para a Cássia que sou gay”, esbravejará o personagem de Malvino Salvador.

A loira afirmará que a herdeira tem o direito de saber. “Se eu disser que sou gay para minha filha, está tudo perdido. Foi você que mandou ela perguntar?”, questionará o empresário, furioso. Ela responderá que não.

Sem provas

“Foi mais esperta. Disse a ela que sou gay. Se eu confirmasse, teria a prova que precisa diante do juiz”, continuará Agno, sem acreditar em Lyris. Depois que foi aconselhado por Antero (Ary Fontoura) a esconder que é homossexual até o divórcio ser definido, Agno acabará com o rodízio de garotos de programa em seu flat.

“Quis usar a Cássia para me destruir. Mas não dei a prova. Neguei e negarei até o fim do processo. Não vai ter essa prova na mão, Lyris”, avisará o construtor. Ele a ameaçará com o vídeo de sexo com o entregador de bolos e toda a humilhação que pode fazer ela passar no tribunal.

“Volte para casa”, pedirá a dondoca, desesperada. A proposta vai surpreender Agno, já que ela dirá que ele pode namorar homens sem problemas.

“Menti para a Cássia, para você não ter argumentos contra mim. Mas só vou esperar até o fim do processo para dizer a verdade. Você está fazendo essa proposta porque tem medo de eu ganhar a batalha. Tenho uma má notícia para você. Vou ganhar. E vou pagar só um salário mínimo de mesada”, provocará o executivo.

No fim, ele ainda debochará das condições financeiras dela. “Não gaste dinheiro trocando a fechadura da porta. Precisa economizar, daqui a pouco não vai sobrar nem para encomendar um bolo de limão. Malandrinha”, disparará.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.