14 anos depois Mangueira vence e mostra que é a Estação Primeira

Tijuca fica em segundo e Portela em 3º lugar. Com apenas 265 pontos, a Estácio de Sá foi rebaixada para o grupo de acesso do Carnaval carioca.

0
850
A Estação Primeira de Mangueira se consagrou campeã do Carnaval 2016 no Rio de Janeiro, com 269,8 pontos, conquistando seu 18º título após apuração das notas realizada nesta quarta-feira (10), na praça da Apoteose. Em uma disputa acirrada, decidida nos décimos, a Unidos da Tijuca ficou com o vice-campeonato.

mangueira-2016-5A Mangueira encerrou a segunda noite de desfiles, já na madrugada de terça, homenageando a carreira da cantora Maria Bethânia, com o enredo “Maria Bethânia, a Menina dos Olhos de Oyá“.

mangueira-2016-3As homenagens a grandes nomes da música brasileira costumam dar sorte à Estação Primeira, que já venceu com enredos sobre Chico Buarque (1998), Dorival Caymmi (1986), Braguinha (1984), o próprio samba (1968) e o Carnaval (1960). A própria Bethânia já havia sido homenageada em 1994, com um enredo sobre os Doces Bárbaros –como era chamado o grupo formado por ela, Gilberto Gil, Caetano Veloso e Gal Costa. Na ocasião, a escola ficou apenas em 11º lugar, mas o samba ficou marcado como um dos melhores das últimas décadas.

mangueira-2016-4O último título foi em 2002, com o Nordeste como tema. Depois disso, a escola passou por uma forte crise financeira, que levou a resultados ruins nos últimos anos. Mas a estreia do carnavalesco Leandro Vieira trouxe a escola de volta a sua melhor forma, com alegorias e fantasias suntuosas, que ao mesmo tempo facilitavam o desfile de seus componentes.

mangueira-2016-7Em sua comissão de frente, bailarinas faziam saudação a Oyá, o orixá que rege a homenageada. Com uma bela roupa e um truque de maquiagem que a deixou careca, a porta-bandeira Squel arrancou muitos aplausos ao lado de seu parceiro Raphael, e o casal conquistou quatro notas dez.

O desfile da Mangueira também contou com uma constelação de estrelas da MPB. com o quarto carro trazendo Caetano Veloso como destaque, ao lado de seu filho Tom, das cantoras Zélia Duncan, Adriana Calcanhotto, Mart’nália e Ana Carolina, dos atores Antônio Pitanga, Renata Sorrah, Lúcia Veríssimo, além de Jards Macalé e Chico César, entre outros.

mangueira-2016A homenageada brilhou radiante no último carro, que lembrava sua paixão pelo circo. Bethânia foi saudada por um público em delírio, que invadiu a avenida ao fim do desfile.

 

 

 


Apuração

As notas foram lidas na seguinte ordem de quesitos: samba-enredo, enredo, comissão de frente, fantasia, mestre-sala e porta-bandeira, harmonia, evolução, bateria e alegorias e adereços. Alegorias e adereços foi definido como primeiro quesito de desempate, e bateria, o segundo.

Foram considerados 35 jurados, já que um julgador do quesito bateria foi cortado por conta de suposta amizade com Zezé Di Camargo e Luciano, homenageados da Imperatriz. Seguindo o regulamento da Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro), foi repetida a nota mais alta obtida por cada escola no quesito.


 

RESULTADO FINAL DO GRUPO ESPECIAL DO RIO DE JANEIRO

1º Mangueira 269,8
2º Unidos da Tijuca 269,7
3º Portela 269,7
4º Salgueiro 269,5
5º Beija-Flor 269,3
6º Imperatriz Leopoldinense 269,2
7º Grande Rio 268,7
8º Unidos de Vila Isabel 267,9
9º São Clemente 267,8
10º Mocidade 266,5
11º União da Ilha 265,8
12º Estácio 265

DEIXE UMA RESPOSTA